Como funciona Acompanhamento escolar Perguntas frequentes Calculadora PAS Professor Criar conta / Entrar
Blog Colmeia
Por que o inglês no mercado de trabalho é essencial?

A língua passou de requisito básico para requisito essencial e ter proficiência no idioma traz resultados positivos para empresas e funcionários.

Escrito por: Laenya Romeiro           

            Com os avanços da globalização o mercado de trabalho tem ficado cada vez mais complexo, concorrido e multinacionalizado. A mecânica de trabalho tem se alterado até mesmo nas pequenas empresas, que precisam de atualizações constantes para sobreviver às rápidas mudanças proporcionadas pelo novo mundo. A tarefa da sobrevivência faz com que profissionais e empregadores despendam seus esforços em diferenciais, como uma nova língua, uma nova técnica e inúmeras atualizações curriculares. Um dos requisitos básicos para acompanhar tudo isso é o conhecimento de uma segunda ou até mesmo uma terceira língua. Nesse sentido, o inglês ainda é uma exigência básica dos contratantes, pois ele proporciona o acesso quase ilimitado ao conhecimento, ao networking e às negociações necessárias para se posicionar perante o mundo.

            Por esse motivo, a língua inglesa, que antes era requisito diferencial nos currículos, passou a ser pré-requisito obrigatório e essencial para dar acesso aos melhores cargos, principalmente aqueles voltados aos profissionais graduados. Saber a língua é quase tão importante quanto ler, escrever e operar softwares básicos do computador. Inclusive, em algumas profissões o idioma é usado como instrumento de trabalho, principalmente as que envolvem tecnologia, comunicação, diplomacia e produção de conhecimento científico.

            É comum que profissionais dessas áreas sejam cobrados sobre esse conhecimento em uma entrevista de emprego. Porém, apenas constar no currículo o conhecimento da língua não atrai os olhares das áreas contratantes, que valorizam muito mais a fluência na língua do que o nível básico ou intermediário. Um estudo realizado pelo site de empregos Catho revela que o salário dos profissionais que possuem o domínio do idioma pode alcançar até 70% a mais do que os que não possuem. Afinal, é o domínio que abrirá as portas para o intercâmbio fluente de ideias que irão gerar resultados positivos para a empresa.

image

Preparação para utilizar a língua inglesa no mercado de trabalho

            O ideal é começar a preparação o quanto antes. No caso dos pais, incluir os estudos da língua inglesa na rotina dos filhos é uma ótima maneira de prepará-los para o futuro. Porém, a melhor época para começar a estudar inglês é sempre o agora, pois a língua é tão necessária para o ingresso quanto para a manutenção da vida profissional.

            A notícia positiva é que na mesma proporção que os avanços da globalização alteram a mecânica do mercado, eles alteram os métodos de aprendizagem da língua, o que é um ponto positivo para quem deseja obter a fluência comunicativa. Os intercâmbios, por exemplo, além de serem ótimos para treinar esse idioma, são uma excelente maneira de adquirir conhecimento e absorver a cultura de outros lugares, o que é muito benéfico para as empresas, que precisam de profissionais cada vez mais globalizados e que representem uma ponte com o mundo dentro do próprio escritório.

            Além disso, as viagens e experiências nos países onde o inglês é a língua nativa podem agregar no currículo e tornar o lado profissional cada vez mais habilitado para interagir sem fronteiras com as novidades do mundo. Os professores de inglês ainda recomendam que o processo de aprendizagem da língua tenha dinamismo, o que tornará a absorção muito mais real e interessante, algumas fontes de aprendizagem são os livros, jogos, músicas, filmes e conversação, uma boa forma de treinar essa última é com professores particulares, no conforto de casa. No caso de quem já tem um certo conhecimento, essas fontes também servem como forma de aprofundar ou aumentar o nível de proficiência do idioma.

image

Certificados atestam o conhecimento

            Por falar em proficiência, depois da preparação será necessário comprová-la na hora de concorrer às vagas e os certificados são um caminho para atestar o domínio e ainda se destacar diante da concorrência. Alguns dos principais exames de proficiência são os IELTS (International English Language Testing System), o TOEFL (Test of English as a Foreign Language) e os Cambridge (três, ao total: FCE (First Certificate in English); CAE (Certificate of Advanced English); CPE (Proficiency)). Além das vagas nas multinacionais com sede no país, eles abrem as portas para as empresas de fora e também para a preparação acadêmica em mestrados, doutorados e estudos nas universidades do mundo.

image

Profissionais que falam inglês geram resultados positivos

            A importância do inglês no mercado de trabalho parece óbvia, assim como saber que a  empresas preferem os profissionais que têm proficiência na língua. Mas por qual motivo saber inglês é essencial? Simples. Os funcionários que possuem a habilidade do idioma geram resultados. Não necessariamente para a área em que trabalham, mas sim para a empresa como um todo, pois eles podem ajudar na negociação com pessoas de outras partes do mundo, colaborar com o networking da empresa, podem representá-la fora do país em viagens internacionais, proporcionar o acesso a milhares de conteúdos disponíveis nessa língua e ainda conseguem intercambiar ideias novas, trazendo os avanços de outros lugares para dentro da empresa.

            Sendo assim, é compreensível o motivo pelo qual esses profissionais são chamados a assumirem cargos altos nas empresas e, além disso, são beneficiados com melhores salários no mercado. Também é possível entender a vantagem que levam em um processo seletivo, pois eles sabem a língua que o mundo escolheu para se comunicar, um detalhe que acaba deixando excelentes profissionais sem a tão sonhada vaga no cargo dos sonhos. Por esse motivo, falar inglês deixou de ser requisito básico e se tornou essencial para quem deseja um lugar de destaque nesse mercado concorrido ao qual estamos inseridos.

Quer uma dica para se dar bem diante de tudo isso? A melhor hora para aprender inglês e aprofundar seus conhecimentos na língua é agora.  ;)

See you!

Gostou dessa publicação? Compartilhe!

Compartilhar