Solicite atendimento por WhatsApp!
Nosso
Blog
Aqui estão textos e conteúdos ligados à educação publicados por nossa equipe pedagógica e professores.
Como o meu filho pode se sair bem no PAS deste ano?

O Programa de Avaliação Seriada é uma das provas mais significantes para quem quer entrar na Universidade de Brasília e estuda nos locais de aplicação do teste (além do DF, geralmente Minas e Goiás também sediam as provas nas etapas um e dois). Isso faz com que cada série do ensino médio exija um nível intenso de foco, preparação e estratégia para lidar com a seleção, considerada uma das maneiras mais simplificadas de entrar na UnB, o que certamente não é sinônimo de moleza e facilidade.

A simplicidade do programa se dá pelo fato de que, diferentemente dos vestibulares tradicionais, o PAS é um vestibular seriado e não avalia o conhecimento adquirido nos três anos do ensino médio de forma conjunta, mas sim, isoladamente. A primeira, segunda e terceira etapa examina os conhecimentos do respectivo ano letivo e atribui pesos diferentes para cada fase da avaliação: peso 1, 2 e 3, nessa ordem. Para lidar com esse sistema de seleção, o estudante precisa definir seu planejamento e conhecer a mecânica da prova. Acompanhe como ele pode fazer isso do jeito correto.

aluno preenchendo gabarito

# Primeiro passo: conhecer a Matriz de Referência

A Matriz de Referência nada mais é do que o guia sobre os objetos de conhecimento, as competências e as habilidades esperadas do estudante. O objetivo, segundo o CESPE, não é examinar disciplinas ou componentes curriculares isoladamente, mas sim avaliar de forma contextualizada e interdisciplinar os saberes indicados, que, segundo a banca, são essenciais para o futuro universitário. O PAS/UnB visa, desse modo, selecionar o estudante que é capaz de raciocinar, compreender, criticar, analisar e propor questões relevantes para a sua formação como cidadão. Ou seja, muito além dos conteúdos, esse processo seletivo quer saber se o estudante está preparado para encarar as questões sociais de forma responsável, considerando a realidade sociocultural e as condições humanas.

Em seu site, o CESPE disponibiliza a Matriz de Referência para cada etapa do programa. É fundamental que seu filho tenha esse conteúdo e conheça as obras e os objetos de conhecimento que serão cobrados na prova a qual ele irá prestar.

# Planejamento

O vestibular é um momento muito sério da vida do seu filho e no ensino médio esse compromisso é quadruplicado. Na fase do PAS, o planejamento para as provas deve ser feito desde a primeiro ano, pois em todo final de período letivo ele passará pela ansiedade e tensão de fazer a prova. Planejar é essencial para amenizar o impacto emocional da preparação. Por isso, montar um plano de estudos, plano de revisão e definir horários que respeitem as horas de descanso devem ser um dos primeiros passos. Aqui a Matriz de Referência servirá como um guia para a divisão das obras e objetos cobrados ao longo da preparação.

# Foco no objetivo

Para o seu filho, os anos finais da escola são marcados pela escolha da profissão, entrada para a vida adulta e diversas questões que podem afetar o equilíbrio psicológico e deixá-lo inseguro. Segundo especialistas, nessa época de incertezas, uma das coisas que mais tiram o foco dos jovens são as questões emocionais, o que precisa ser trabalhado de diversas formas dentro de casa. Para ele, o vestibular deve ser o objetivo mais importante do momento, portanto, abrir mão de algumas atividades será um tanto quanto comum e os pais precisam compreender que o esforço do filho será necessário. Não cobre que ele esteja sempre presente nos passeios de família, mas também não o deixe se isolar totalmente do mundo. Por outro lado, se há pouco foco, seu papel não é pressionar e sim motivá-lo mostrando a importância daquela fase da vida e o quão gratificante será a conquista para ele e para toda a família, afinal, a aprovação não é uma meta apenas do vestibulando.

# Ferramentas adequadas

Há diversos cursos preparatórios voltados para o PAS e escolas que dão ênfase ao programa, portanto, avaliar as opções, pesquisar e escolher junto com o seu filho quais atenderão às suas necessidades será uma forma de potencializar a preparação. Geralmente, as escolas e cursinhos indicam os materiais para estudo, porém, se vocês forem escolher essas ‘ferramentas’ sozinhos, tenham em mente que não é a quantidade que ajudará na aprovação e sim a qualidade dos materiais, a linguagem adequada ao nível e os métodos efetivos para estudar cada um. Não adianta ter uma pilha de livros da mesma matéria e ficar perdido diante de tanto conteúdo, nesse caso, um livro bom valerá muito mais. Espera-se que o conteúdo seja testado em muitas questões durante a preparação, é o resultado desse teste que dirá se o material é suficiente ou não.

# Emocional equilibrado

Esse é um dos fatores decisivos para o alcance de um excelente resultado no PAS, afinal, nesse exame, somente de estudar com seriedade os conteúdos da escola, o estudante já estará se preparando, portanto, além das técnicas de estudo, da revisão e do planejamento, o emocional equilibrado será um fator diferencial e a família será o suporte para o alcance disso.

# Apoio familiar

A família é o principal ponto de apoio nessa fase do estudante, por isso, estar presente, acalmar e ajudar de forma não invasiva irá contribuir muito para a preparação. Para os pais, a dica principal é pegar leve na cobrança e conter as expectativas depositadas no filho. Não é a hora de exigências excessivas, pois o seu filho já aspira a autonomia e deve passar por esse processo sozinho, porém, ficar atento à rotina, ao sono, alimentação e dar acolhimento, conforto e tranquilidade é fundamental. No PAS a tensão da prova é vivida três vezes, sendo assim, procure elogiar o esforço do seu filho em cada etapa e incentivá-lo a melhorar nas próximas. O processo de evolução é o que importa.

Lembre-se que o sucesso de uma aprovação é de toda a família. Portanto, vale a pena trabalhar em conjunto. :)